sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Bancos começam a aceitar hoje pagamento do IPVA de 2014

Os donos de veículos registrados no Estado de São Paulo já podem consultar o valor do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) de 2014 em toda a rede bancária a partir desta sexta-feira (20).

A consulta deve ser realizada nos terminais de autoatendimento, pela internet ou diretamente nas agências, bastando indicar o número do Renavam do veículo.

O contribuinte que desejar também poderá, a partir de hoje, pagar o imposto. Todos os bancos credenciados estão habilitados a fazer o recolhimento à vista, com o desconto de 3%, ou receber a primeira das três parcelas do imposto.

Veja a tabela com os valores aqui

Segundo a assessoria de imprensa da Fazenda, o contribuinte tem o final deste mês e o período até a data de vencimento da placa do veículo (veja tabela), em janeiro, para quitar o imposto em cota única, com o desconto de 3%, ou pagar a primeira parcela do tributo.

Se tiver condições financeiras, o contribuinte deve pagar o imposto à vista, aproveitando o desconto concedido pela Fazenda. É que o desconto de 3% equivale a juros de 3,1%, taxa não obtida em aplicações financeiras.

AVISOS

Nesta semana, a Secretaria da Fazenda iniciou o envio de cerca de 16,4 milhões de Avisos de Vencimento do IPVA de 2014. O aviso é apenas um lembrete – não é boleto nem guia de pagamento – e traz infrmações sobre o valor do imposto.

Os contribuintes que não receberem o comunicado devem acessar o site da Fazenda a partir de janeiro de 2014 para obter informações sobre o IPVA. Mesmo sem o recebimento do aviso, o imposto é devido e deve ser pago no vencimento conforme o calendário do imposto. Basta indicar o número do Renavam.

LICENCIAMENTO ANTECIPADO

Somente a partir de 2014 será possível antecipar o licenciamento anual dos veículos. Para tanto, deverão ser quitados integralmente todos os débitos incidentes sobre o veículo, compreendendo o IPVA, a taxa de licenciamento, o valo do seguro obrigatório o ( Dpvat ) e, se for o caso, multas de trânsito.


Fonte: Folha Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sugestão, Reclamações, Elogios, Comentários e Perguntas