quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Nota Fiscal Paulista libera R$ 895,7 milhões em créditos aos consumidores



A Nota Fiscal Paulista libera nesta segunda-feira (6), R$ 895.749.331,96 em créditos aos consumidores, referentes às compras realizadas no primeiro semestre de 2014.

Para ter acesso e resgatar os créditos referentes às notas lançadas no Programa Nota Paulista, o consumidor deve se cadastrar no site www.nfp.fazenda.sp.gov.br. No espaço reservado, o consumidor poderá ver as notas lançadas nos últimos cinco anos e resgatar os valores correspondentes. Os usuários cadastrados no programa podem transferir seus créditos para uma conta corrente ou poupança de sua titularidade.

O valor mínimo para resgate em dinheiro, por meio de depósito feito pelo estado na conta informada pelo consumidor, é de R$ 25. O site possui, no entanto, algumas ferramentas de segurança. Quem acumulou de R$ 25 a R$ 50, recebe o valor total de uma só vez, creditado na conta informada no cadastro.

Já aqueles que possuem mais de R$ 50, têm a primeira transferência limitada a R$ 25 para que seja checada a veracidade das informações bancárias. Posteriormente, o restante do valor é creditado. Que possui um crédito menor que R$ 25, tem o valor bloqueado até que acumule a quantia mínima para reembolso em dinheiro. A transferência dos créditos ocorre em até 10 dias.

Além disso, fazendo a adesão ao programa, mesmo não morando no estado, a cada R$ 100 em compras o consumidor ganha um bilhete que o habilita a concorrer a sorteios de prêmios mensais que variam de R$ 10 mil a R$ 50 mil.

IPVA

Neste mês os consumidores podem utilizar os créditos para abater ou quitar o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) de 2015. Neste caso, é preciso solicitar essa opção no site da Nota Fiscal Paulista até a data limite de 31 de outubro. O veículo deve estar no nome do usuário cadastrado no programa para que a opção seja válida.

Moradores de outros estados

Muitos consumidores se esquecem ou desconhecem é a possibilidade de resgatar os créditos refentes às compras feitas fora do estado onde moram, mesmo que não possuam veículo ou imóvel nessas localidades. É o caso de compras feitas em São Paulo - presenciais ou em lojas virtuais com sede no estado. De setembro de 2007 até outubro de 2013, o programa Nota Fiscal Paulista já devolveu R$ 90 milhões em créditos para pessoas que não vivem em São Paulo. Só para moradores do Distrito Federal foram pagos R$ 28 milhões.
Fonte: economia.ig.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sugestão, Reclamações, Elogios, Comentários e Perguntas