quarta-feira, 8 de outubro de 2014

São José dos Pinhais aprova fim da dupla função nos ônibus

Câmara de São José dos Pinhais aprova fim da dupla função nos ônibus municipais.

dupla função
Ônibus em São José dos Pinhais, onde por unanimidade vereadores aprovaram o fim da dupla função no transporte coletivo. Prefeito tem 15 dias para sancionar ou vetar o projeto de lei.

Projeto de lei segue para prefeitura. Empresas de ônibus falam em aumentar tarifas
A Câmara de Vereadores de São José dos Pinhais, na região Metropolitana de Curitiba, aprovou nesta quarta-feira, dia 07 de outubro de 2014, o fim da dupla função no transporte coletivo da cidade. A dupla função consiste na prática de o motorista dirigir o ônibus e cobrar passagens ao mesmo tempo.
O projeto de lei agora segue para o prefeito Luiz Carlos Setim que deve aprovar ou vetar a proposta num prazo de quinze dias.
Se o prefeito concordar com a posição dos vereadores, as 24 linhas do município não poderão ter apenas o motorista trabalhando em cada ônibus.
Os serviços são prestados por duas empresas: Auto Viação Sanjotur e Auto Viação São José. Os empresários de ônibus cogitam em pedir aumento da tarifa com o fim da dupla função. Eles alegam que a presença dos cobradores significa maiores custos que não foram calculados para a composição do atual valor.
Já o Sindimoc – Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Curitiba e Região Metropolitana -considera a decisão da câmara uma vitória que deveria ser seguida por outras cidades. Segundo a entidade, ganha o trabalhador, já o motorista não vai se submeter ao estresse de acumular funções e também haverá a abertura de novas vagas no setor, Ganha também o passageiro com o aumento de segurança, segundo o Sindimoc. Com base em estudos de medicina de tráfego, o sindicato sustenta que cobrar passagem tira a atenção do motorista e o deixa mais cansado e com menos reflexos no trânsito.
Hoje, em média, 35% dos passageiros de São José dos Pinhais pagam com dinheiro.
Se o prefeito aprovar o fim da dupla função, as duas empresas de ônibus terão 120 dias para fazer as adaptações.


Fonte: ,por: Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sugestão, Reclamações, Elogios, Comentários e Perguntas