sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Greve paralisa obras em trecho do Corredor Oeste Itapevi-Butantã



Parte das obras do trecho entre Itapevi e Jandira do Corredor Metropolitano Itapevi-Butantã foi paralisada, na manhã de ontem, devido a uma greve de trabalhadores. Cerca de 50 funcionários de um canteiro localizado em Itapevi cruzaram os braços por falta de pagamento.

Os funcionários, a maioria moradores da cidade, também murcharam os pneus de máquinas que estavam no canteiro e deixaram escavadeiras e tratores atravessados no local. Eles tomaram essa atitude após ouvirem boatos de que a empresa responsável pelas obras deixaria o local, retirando o maquinário, sem efetuar o pagamento. Segundo eles, os atrasos são constantes há 4 meses e o salário de outubro ainda não foi quitado.

A construção do corredor é de responsabilidade da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) e cada um de seus trechos conta com uma empresa terceirizada, contratada via licitação.
O trecho entre Itapevi e Jandira enfrentou paralisação nas obras, por quase um ano, porque a empresa anterior rescindiu o contrato de prestação e serviços, após ter atrasado várias etapas do projeto. A previsão é de os trabalhos sejam concluídos em dezembro.
Em nota enviada ao Diário da Região, via Assessoria de Imprensa, a EMTU informou que a manifestação dos operários na frente do canteiro de obras da construtora Emparsanco, responsável pelo trecho Itapevi/Jandira, foi organizada pelo sindicato da categoria que exige acertos salariais pendentes. “Esta gestora aguarda o fim das negociações para que os trabalhos retornem o mais breve possível”, completou a empresa.


Fonte: Webdiario.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sugestão, Reclamações, Elogios, Comentários e Perguntas