quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Barueri e Itapevi abrem cadastro para Passe Livre aos estudantes

A isenção de tarifa, para alunos da rede pública e de baixa renda, foi adotada pelas oito cidades da região 


Resultado de imagem para passe livre para estudantesAs prefeituras de Barueri e Itapevi iniciaram, esta semana, o cadastramento de estudantes para concessão de passe livre nas linhas municipais de ônibus. A isenção de tarifa, para alunos da rede pública e de baixa renda, foi adotada de forma conjunta pelas 8 cidades da região Oeste, mas os procedimentos são individualizados.

Em Barueri, os interessados devem baixar no site www.barueri.sp.gov.br ou retirar nas escolas da rede municipal o formulário de requerimento para o passe livre. Depois, o documento deve ser entregue na secretaria da escola onde está matriculado, no Ganha Tempo Municipal ou ainda na Secretaria de Transporte e Mobilidade Urbana, que fica na rua da Prata, 725, no Jardim dos Camargos. O prazo para análise da documentação é de 15 dias úteis.

Têm direito à gratuidade os estudantes nos estabelecimentos públicos de ensino fundamental e médio localizados em Barueri e nas unidades da Fieb (Fundação Instituto de Educação de Barueri), além de universitários que estudam na cidade por meio de programas como Fies e ProUni. Também é necessário possuir o Cartão Barueri e ter renda familiar igual ou inferior a dois salários mínimos. A isenção não vale para quem mora a menos de dois quilômetros da unidade escolar que frequenta ou para quem já utiliza algum tipo de transporte escolar fornecido gratuitamente pela prefeitura.

Cada estudante tem direito a crédito correspondente a duas tarifas para cada dia letivo. As passagens serão creditadas no próprio Cartão Barueri e só podem ser utilizadas no ônibus municipais da cidade. Mais informações pelos telefones 4199-1414 ou 4198-0276.

Itapevi

Em Itapevi, o cadastramento deve ser feito na Secretaria de Trânsito e Transportes, que fica na rua Erotildes de Freitas, 98, na Cidade Saúde.

A medida vale para o trajeto entre a casa e a escola do estudante, com 50 passagens mensais gratuitas para alunos matriculados na rede pública de ensino da cidade (incluindo escolas estaduais e municipais), além de alunos de ensino superior beneficiários de programas como Prouni ou Fies.

Além disso, é preciso residir a mais de 2 km de distância da escola que frequentam, além de possuir renda familiar máxima de dois salários mínimos. 


Fonte: Webdiario.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sugestão, Reclamações, Elogios, Comentários e Perguntas