sexta-feira, 13 de março de 2015

Trecho Itapevi-Jandira do Corredor Oeste deve ser retomado esse mês


Viário terá pista para ônibus, vias compartilhadas com carros, e vai interligar ônibus, trens e metrô 

As obras do trecho entre Itapevi e Jandira do Corredor Metropolitano Itapevi-Butantã, mais conhecido como Corredor Oeste, devem ser retomadas esse mês. No início de fevereiro, o governo do Estado rescindiu o contrato com a empresa vencedora da licitação, a Emparsanco, após problemas com atraso no pagamento de funcionários, em greve desde o final de novembro.

Com isso, a empresa ENPAVI, segunda colocada na licitação, foi chamada e aceitou assumir a obra. Mas, para que a retomada aconteça, a EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo), órgão do governo do Estado responsável pelo projeto, ainda aguarda a liberação de recursos orçamentários e financeiros.
De acordo com a empresa, a autorização para o reinício das obras deve acontece ainda em março. Com isso, a previsão de conclusão do trecho do Corredor Oeste é o 1º trimestre de 2016. Com 5 quilômetros de extensão, o viário terá pista exclusiva para ônibus, além de vias compartilhadas com carros, e visa interligar ônibus metropolitanos, trens e metrô.

Entraves
O trecho entre Itapevi e Jandira foi o primeiro do corredor a sair do papel, em 2012, mas já teve a obra paralisada por duas vezes. Inicialmente, tinha prazo de conclusão previsto para o 1º semestre de 2012. Mas, no final do mesmo ano, após atrasar os trabalhos e ser multada, a empresa vencedora da licitação rompeu o contrato com o governo do Estado e uma nova concorrência teve que ser aberta. As obras, no entanto, só foram retomadas em novembro de 2013, desta vez com previsão de entrega em dezembro de 2014, mas por atrasos no pagamento, o governo do Estado rompeu novamente o contrato.

Outros dois trechos do corredor estão em obras atualmente: entre Jandira e Carapicuíba e de Carapicuíba ao Km 21, na divisa com Osasco. Além disso, ainda este ano deve ser iniciada a quarta e última etapa, do Km 21 à Vila Yara, em Osasco.



Fonte: webdiario.com.br, por: Graciela Zabotto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sugestão, Reclamações, Elogios, Comentários e Perguntas