sexta-feira, 19 de junho de 2015

São Paulo: Virada Cultural terá transportes 24 horas

Virada Cultural com transportes 24 horas


Inezita Barroso
A cantora, compositora e estudiosa da música sertaneja,
Inezita Barroso, que morreu no dia 8 de março com 90 anos
é homenageada da Virada Cultural
. Foto: Arquivo/Uol.


Quem for participar da “Virada Cultural” em 2015 deve optar pelo transporte público. Além de ser mais seguro para evitar problemas de estacionamento, furto e roubo de veículos e o risco de embriaguez ao volante, haverá uma oferta especial de serviços de ônibus, metrô e trens da CPTM.
De acordo com nota do Metrô, “todas as 66 estações metroviárias da cidade de São Paulo nas linhas 1-Azul (Jabaquara – Tucuruvi), 2-Verde (Vila Prudente – Vila Madalena), 3-Vermelha (Corinthians-Itaquera – Palmeiras-Barra Funda), 4-Amarela (Butantã – Luz) e 5-Lilás (Capão Redondo – Adolfo Pinheiro) estarão abertas para embarque e desembarque dos usuários, das 4h40 de sábado até a meia-noite de domingo. Na CPTM, que vai operar das 4h de sábado até a meia-noite de domingo, as 92 estações ficarão abertas. Durante a madrugada do dia 20 para o dia 21, a Companhia vai operar com trens extras, em todas as linhas, com intervalos de 20 minutos.”
Para segurança e comodidade, o Metrô e a CPTM orientam que o passageiro compre com antecedência os bilhetes. O Bilhete Único poderá ser usado normalmente durante a madrugada. “As estações Sé, Anhangabaú, República, Santa Cecilia, São Bento e Luz terão cabines com atendentes para efetuar o carregamento de crédito nos cartões durante todo o evento.” – complementa o Metrô na nota.
O acesso para os ciclistas nos trens e estações será permitido das 14 horas de sábado à meia noite de domingo.
A CPTM não vai realizar as corriqueiras obras de “modernização” e manutenção neste fim de semana.
Os ônibus municipais gerenciados pela SPTrans também são opções para a ida e volta aos locais onde estão os diversos palcos na cidade.
A rede da madrugada é formada por 151 linhas de ônibus, inclusive que atendem aos terminais Parque Dom Pedro II e Amaral Gurgel, que ficam na região central, local que deve abrigar várias atrações.
Já durante o dia, no sábado, de acordo com a SPTrans, 1.140 linhas municipais operam na cidade, enquanto no domingo são 1.059.
O passageiro deve estar atento a desvios que algumas linhas terão por causa dos palcos e da montagem e desmontagem das estruturas.
Segundo nota da SPTrans, durante as apresentações, “104 linhas de ônibus terão seus trajetos desviados entre as 22h de sábado, dia 20, até a noite de domingo, após o término do evento, incluindo 12 linhas da Rede da Madrugada. Também serão realizados 37 desvios de itinerários para permitir a montagem e desmontagem dos palcos entre 22h de sexta-feira, dia 19 e 17h de sábado, dia 20, e também entre as 20h de domingo e as 5h de segunda-feira, dia 22.”

A programação da Virada Cultural deste ano, você confere em:
http://viradacultural.prefeitura.sp.gov.br/2015/

Fonte: ,por: Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sugestão, Reclamações, Elogios, Comentários e Perguntas