quarta-feira, 8 de julho de 2015

Feriado de 9 de julho: Terminais em São Paulo recebem mais de 600 mil pessoas

Somente entre hoje e amanhã, 132 mil pessoas deixam a capital e a Grande São Paulo pelas rodoviárias

Viação Cometa
Ônibus rodoviário saindo do Terminal Tietê, na zona Norte de São Paulo. De acordo com a Socicam, 637 mil passageiros devem utilizar os três terminais na cidade para o feriado de 9 de julho. Foto: Adamo Bazani

Até segunda-feira, dia 13 de julho de 2015, aproximadamente 637 mil pessoas devem passar pelos três terminais rodoviários da capital paulista: Tietê, Barra Funda e Jabaquara por causa do feriado estadual de 9 de julho em lembrança à Revolução Constitucionalista de 1932.
A estimativa é da Socicam, empresa que administra estas rodoviárias.
De acordo com a companhia, a maior concentração de pessoas deve ser registrada nesta quarta-feira e amanhã, quando 132 mil passageiros devem deixar a capital e a região metropolitana por ônibus rodoviários de linhas regulares.
Os destinos mais procurados são: Curitiba, Belo Horizonte, Sul de Minas, interior e litoral de São Paulo.
As empresas de ônibus vão disponibilizar veículos extras se for necessário. Mesmo assim, para evitar transtornos, se possível o usuário deve adquirir as passagens com antecedência nos guichês, por site ou telefone das empresas, caso disponibilizem estes serviços.
Se possível, quem for viajar deve optar pelas partidas realizadas na manhã ou no período da tarde por serem horários mais tranquilos.
A Socicam recomenda também que o passageiro chegue ao terminal rodoviário com pelo menos uma hora de antecedência em relação ao horário de partida do ônibus.
Bagagens devem ser identificadas com nome do proprietário e telefone para contato. Todos os passageiros, inclusive as crianças, precisam portar documentos pessoais.
Ainda de acordo com a administradora, “crianças menores de doze anos (munidas de documento de identificação) podem viajar acompanhadas dos pais, responsáveis legais, irmãos com mais de 18 anos, avós ou tios de primeiro grau. Caso contrário, precisam de autorização escrita, assinada pelo pai, mãe ou responsável legal, com firma reconhecida.”

Se o passageiro precisar de alguma informação nos terminais, a orientação é que procure um funcionário devidamente identificado.

Fonte: ,por: Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sugestão, Reclamações, Elogios, Comentários e Perguntas