quarta-feira, 25 de maio de 2016

Feriadão: Viaje de ônibus com segurança e conheça seus direitos

Todo feriado prolongado é um corre-corre em terminais rodoviários de todo o país. O fluxo de pessoas é intenso nestes locais na véspera do feriado de Corpus Christi.
 Usuários devem tomar certos cuidados para não cair nas mãos de criminosos que aproveitam a aglomeração para praticar pequenos delitos. E, como nunca é demais, saber de seus direitos para não ser prejudicado.
Confira dicas para não cair nas mãos de criminosos
Confira dicas para não cair nas mãos de criminosos
Entre as dicas para evitar pequenos furtos ou até roubos, o Grupo CR, especializado em segurança patrimonial, sugere que o usuário do terminal não saia com grandes quantias em dinheiro ou cartões de crédito sem necessidade. Tão importante é não abrir a carteira ou bolsa na frente de estranhos. É preferível ainda usar terminais para sacar dinheiro fora das rodoviárias.
Grandes centros comerciais, rodoviárias e aeroportos são locais de maior ocorrência de roubos e furtos de celulares. Assaltantes acompanham a vítima e aproveitam de um instante de distração para agir. O furto, geralmente, só é percebido muito tempo depois.
Outro alerta: assaltantes usam olheiros e se comunicam por celulares nos terminais. Fique atento a movimentação de pessoas estranhas. E cuidado com homens ou mulheres que se aproximam para fazer perguntas. O ato pode ter como objetivo apenas provocar sua distração. Fale sem deixar de vigiar sua bagagem. Se sentir que alguém está te seguindo ou agindo com má fé, procure um policial ou segurança no local;
Normalmente as malas são muitas, então, não as perca de vista nem por um minuto. Use etiquetas grandes e/ou coloridas que permitam a fácil identificação de suas malas.
Os passageiros devem ficar atentos também aos seus direitos para que os serviços de transporte sejam bem prestados. Confira:
Remarcação das viagens – Uma das iniciativas que melhorou o transporte terrestre foi a publicação da regulamentação do transporte rodoviário interestadual e internacional de passageiros. O transporte em ônibus passou a ter padrões semelhantes ao aéreo. Um dos avanços da legislação é permitir ao usuário a remarcação da viagem pelo período de um ano a partir da compra do bilhete, independente de estar com horário e data marcados. A três horas da partida, a remarcação da passagem será feita mediante o pagamento de 20% do valor da tarifa.
Bilhetes nominais – As empresas que exploram o transporte terrestre agora devem emitir bilhetes nominais. A exigência facilita que o usuário peça a segunda via do bilhete se perdê-lo ou se ele for roubado.
Atraso nas viagens – Se o passageiro esperar mais de uma hora após o horário marcado do ponto inicial da partida, pode optar por outra empresa que ofereça a viagem para o mesmo destino. Ele também tem o direito de receber de imediato o dinheiro de volta, em caso de desistir da viagem. Se o atraso for de mais de três horas, a empresa é obrigada a providenciar alimentação para os passageiros. No caso de cancelamento da viagem, o usuário tem direito a hospedagem.
Identificação – A Resolução 4.308/2014 deu mais clareza na questão dos documentos que são aceitos no momento do embarque. Os passageiros podem embarcar ao apresentarem o RG, carteira de trabalho, passaporte brasileiro ou a CNH. No caso de crianças, são aceitos carteira de identidade, passaporte ou certidão de nascimento (original ou cópia autenticada). O passageiro que teve a documentação roubada pode embarcar com o boletim de ocorrência emitido em até 30 dias.
Acesse os outros sites da VideoPress
Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br
Portal VOIT – www.voit.com.br
Fonte: Radar Nacional

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sugestão, Reclamações, Elogios, Comentários e Perguntas