sexta-feira, 1 de julho de 2016

ARTESP: Passagens dos ônibus intermunicipais do Estado de São Paulo e pedágios aumentam

Tarifas de pedágio mudam nesta sexta-feira e de ônibus na terça-feira, 5 de julho. São linhas da Artesp e não da EMTU

ônibus
Se usuário comprar passagem agora, bilhete vale por 12 meses, e é possível escapar do aumento
A Artesp – Agência reguladora dos Transportes do Estado de São Paulo informou nesta quarta-feira, 29 de junho de 2016, que autorizou o reajuste das tarifas de ônibus intermunicipais rodoviários e também dos pedágios.
No caso dos pedágios o reajuste será aplicado nesta sexta-feira, 1º de julho, de acordo com a inflação, em 9,32%.
Também a partir de sexta-feira, vai ser iniciada a cobrança de pedágio na Rodovia dos Tamoios.
“Conforme previsão do contrato de concessão, uma vez que a concessionária cumpriu as exigências definidas para a operação das praças. Para o início da cobrança era necessário a execução de no mínimo 6% das obras de duplicação do trecho de serra, além de várias outras obrigações. As praças dos quilômetros 15,7 e 56,6 passarão a cobrar, respectivamente, R$ 3,50 e R$ 6,20. A tarifa é parte da remuneração que irá viabilizar a construção de 21,6 quilômetros de novas pistas para a duplicação do Trecho de Serra da rodovia – obra orçada em R$ 2,6 bilhões.” – diz a Artesp em nota.
CONFIRA AQUI OS VALORES DE TODOS OS PEDÁGIOS –
ÔNIBUS:
Já as passagens dos ônibus intermunicipais terão reajuste a partir da zero hora de terça-feira, 5 de julho.
O aumento é para as linhas de ônibus gerenciadas pela Artesp – rodoviários e semiurbanos e não inclui os ônibus intermunicipais metropolitanos gerenciados pela EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos.
O reajuste será de 9,56%.
“Esse índice representa a recomposição dos custos operacionais do Sistema, que considera variações de diversos itens como o diesel, que teve aumento de 10,28%, além do reajuste de 9,33% dos salários da categoria. Outro componente é o preço dos ônibus suburbanos e rodoviários novos, que sofreram aumento de 16,23% e 22,32% respectivamente.” – informou a Artesp em nota.
Uma maneira de escapar do aumento para quem tem viagem prevista é comprar os bilhetes antes do reajuste, isso porque as passagens têm validade de um ano.
Fonte: por: Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sugestão, Reclamações, Elogios, Comentários e Perguntas