terça-feira, 22 de novembro de 2016

EMTU justifica continuidade de operações das empresas do Baltazar no ABC Paulista área 5

Na manhã desta terça-feira (22), a EMTU enviou, para nosso perfil no Twitter (@linhasrmsp) uma nota, explicando a continuidade das empresas de Baltazar José de Souza no sistema intermunicipal de ônibus, mesmo em condições precárias. A empresa informa ainda que tem aplicado multas e realizado apreensões de veículos por más condições. Confira:

Foto: Vinícius Silva - Blog "Grupo TRA"

"As empresas do grupo Baltazar só operam a Área 5 da RMSP por decisão da Justiça Estadual de Manaus, especificamente na 6ª Vara Cível da Comarca de Manaus – AM, processo nº 02110832420128040001,  determinando que “não se praticasse qualquer ato que possa por fim aos serviços prestados pelas permissionárias da Área 5, em razão de recuperação judicial em curso”.
As sete operadoras deste grupo tiveram neste ano 87 veículos apreendidos e receberam mais de 3 mil multas por diversos motivos como não cumprimento da programação horária, falta de manutenção de veículos, entre outros."

Segundo o G1, o empresário deve quase R$1 bilhão à Receita Federal. Entre as empresas administradas por ele no ABC estão a Empresa Auto Ônibus Santo André (E.A.O.SA), Viação Riacho Grande, Viação Ribeirão Pires, entre outras.

O processo corre em segredo de justiça. Algumas movimentações podem ser vistas clicando aqui.


FONTE: LINHASRMSP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sugestão, Reclamações, Elogios, Comentários e Perguntas