domingo, 5 de abril de 2020

PREVIDÊNCIA SOCIAL: Calculadora do INSS está de volta: Simulador já está adequado às mudanças da Nova Previdência

Simulador realiza até 7 tipos de cálculos: 2 de Aposentadoria por Idade e 5 de Aposentadoria por Tempo de contribuição

mão com celular na mão aberta no simulador
O serviço “Simular Aposentadoria”, do Meu INSS, já está disponível e adequado às mudanças da Nova Previdência. O simulador traz o cálculo das regras de transição para os segurados que já estavam na Previdência antes das mudanças. E também simula se havia direito adquirido nas regras anteriores que estavam vigentes na data da alteração das regras, em 13 de novembro do ano passado.
No total, o simulador realiza até sete tipos de cálculos: dois de Aposentadoria por Idade e cinco de Aposentadoria por Tempo de contribuição.
Em breve, a calculadora vai valer também para quem se filiou ao INSS (ou seja, ao Regime Geral de Previdência Social) após a data das mudanças, em 13 de novembro de 2019. E futuramente voltará a calcular também quanto vai ser o valor estimado da renda do cidadão ao se aposentar.
Só simulação
Somente após a análise do INSS é que o cidadão saberá se tem mesmo direito à Aposentadoria. Isso pois algumas informações podem ser incluídas ou alteradas durante a simulação. E é por isso que, ao solicitar o benefício, o INSS pode pedir que você envie documentos para comprovação dos períodos trabalhados/contribuídos.
Sem sair de casa
O Meu INSS é acessado pela internet (gov.br/meuinss) ou pelo aplicativo para celulares, nas versões para IOS e Android.
A atualização do simulador foi implantada nesta quinta-feira (2) pela Dataprev. No momento, a ferramenta está disponível no portal do Meu INSS e no sistema Android – que representam 91% dos acessos. Já na versão iOs, a atualização também foi realizada e deverá ficar disponível ao usuário até o final da próxima semana.
O serviço “Simulação de Aposentadorias” aparece já na tela inicial do aplicativo, do lado direito. Mas se ainda não consegue visualizá-lo, sugere-se a atualização do aplicativo ou que aguarde até aparecer atualizado no seu celular.
O cadastro no Meu INSS pode ser feito pelo próprio aplicativo ou pelo site dos seguintes bancos: Banco do Brasil, Banrisul, Bradesco, Caixa, Itaú, Mercantil do Brasil, Santander, Sicoob e Sicredi.
Por meio do Meu INSS o cidadão pode pedir aposentadorias, pensões, benefícios assistenciais, atualizar dados cadastrais, bloquear empréstimo consignado, excluir desconto de mensalidades associativas e, em breve, enviar atestado médico para pedidos de auxílio-doença.
Por : Carlinhos Aniceto, com informarções INSS

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

INSS: Novas alíquotas da Previdência


Novas alíquotas de INSS prevêem percentuais progressivos para contribuintes empregados, inclusive os domésticos, e para trabalhadores avulsos.


  •  
  •  
  •  

INSS: Novas alíquotas da Previdência entram em vigor neste domingo
As alíquotas progressivas inseridas pela Nova Previdência entram em vigor em março. No Regime Geral de Previdência Social (RGPS), as novas alíquotas valerão para contribuintes empregados, inclusive para empregados domésticos, e para trabalhadores avulsos.
Não haverá mudança, contudo, para os trabalhadores autônomos (contribuintes individuais), inclusive, prestadores de serviços a empresas e para os segurados facultativos.

Alíquotas progressivas

As alíquotas progressivas incidirão sobre cada faixa de remuneração, de forma semelhante ao cálculo do Imposto de Renda.
Quem recebe um salário mínimo por mês, por exemplo, terá alíquota de 7,5%. Já um trabalhador que ganhe exatamente o teto do Regime Geral – também conhecido como Teto do INSS, atualmente R$ 6.101,06 – pagará uma alíquota efetiva total de 11,69%, resultado da soma das diferentes alíquotas que incidirão sobre cada faixa da remuneração.
Confira as novas alíquotas na tabela abaixo:
Salário-contribuição
Alíquota
Até um Salário Mínimo (R$ 1.045
7,5%
De R$ 1.045,01 a R$ 2.089,60
9%
De R$ 2.089,61 a R$ 3.134,40
12%
De R$ 3.134,41 a R$ 6.101,06
14%


Contribuintes individuais e facultativos

Contribuintes individuais e facultativos continuarão pagando as alíquotas atualmente existentes, cuja alíquota-base é de 20%, para salários de contribuição superiores ao salário mínimo.
Para salários de contribuição igual ao valor do salário mínimo, deverá ser observado:
I – para o contribuinte individual que trabalhe por conta própria, sem relação de trabalho com empresa ou equiparado e o segurado facultativo, o recolhimento poderá ser mediante aplicação de alíquota de 11% sobre o valor do salário mínimo;
II – para o microempreendedor individual e para o segurado facultativo sem renda própria que se dedique exclusivamente ao trabalho doméstico no âmbito de sua residência – desde que pertencente a família de baixa renda inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) – o recolhimento deverá ser feito mediante a aplicação de alíquota de 5% sobre o valor do salário mínimo;
III – o contribuinte individual que presta serviço a empresa ou equiparado terá retido pela empresa o percentual de 11% sobre o valor recebido pelo serviço prestado e estará obrigado a complementar, diretamente, a contribuição até o valor mínimo mensal do salário de contribuição, quando as remunerações recebidas no mês, por serviços prestados a empresas, forem inferiores ao salário mínimo.
Importante destacar que o segurado, inclusive aquele com deficiência, que contribua mediante aplicação das alíquotas de 11% ou 5% e pretenda contar o respectivo tempo de contribuição para fins da aposentadoria por tempo de contribuição transitória ou para contagem recíproca do tempo correspondente em outro regime, deverá complementar a contribuição mensal sobre a diferença entre o percentual pago e o de 20%, com os devidos acréscimos legais.

Individuais e facultativos

Confira quem se enquadra nas categorias para as quais não haverá alteração de alíquota no RGPS:
>> Contribuinte individual – Todos aqueles que trabalham por conta própria (de forma autônoma) ou que prestam serviços de natureza eventual a empresas, sem vínculo empregatício. São considerados contribuintes individuais, dentre outros, os sacerdotes, os diretores que recebem remuneração decorrente de atividade em empresa urbana ou rural, os síndicos remunerados, os motoristas de táxi e de aplicativos, os vendedores ambulantes, as diaristas, os pintores, os eletricistas e os associados de cooperativas de trabalho.
>> Contribuinte facultativo – Todas as pessoas com mais de 16 anos que não possuem renda própria, mas decidem contribuir para a Previdência Social. São exemplos dessa categoria de contribuintes: donas de casa, síndicos de condomínio não-remunerados, desempregados, presidiários não-remunerados e estudantes bolsistas.

RPPS da União

As novas alíquotas valerão também para os servidores públicos vinculados ao Regime Próprio da Previdência Social (RPPS) da União. No RPPS da União, contudo, as alíquotas progressivas não se limitarão ao teto do RGPS, pois haverá novas alíquotas incidindo também sobre as faixas salariais que ultrapassem o teto. A atualização das alíquotas do RPPS foi feita pela Portaria 2.963/2020.
Em relação aos aposentados e pensionistas, a alíquota incidirá sobre o valor da parcela dos proventos e pensões que supere o limite máximo estabelecido para o Regime Geral (R$ 6.101,06) e levará em conta a totalidade do valor do benefício para fins de definição das alíquotas aplicáveis.
As novas alíquotas progressivas – estabelecidas pela Emenda Constitucional nº 103, de 2019 – passam a vigorar a partir de 1º de março de 2020, incidindo cada alíquota separadamente sobre cada faixa salarial, da seguinte forma:
Salário Contribuição
Alíquota
Até um Salário Mínimo (R$ 1.045)
7,5%
De R$ 1.045,01 a R$ 2.089,60
9%
De R$ 2.089,61 a R$ 3.134,40
12%
De R$ 3.134,41 a R$ 6.101,06
14%
De R$ 6.101,07 a R$ 10.448,00
14,5%
De R$ 10.448,01 a R$ 20.896,00
16,5%
De R$ 20.896,01 a R$ 40.747,20
19%
Acima de R$ 40.747,20
22%

Fonte: Com informações Agência Brasil

terça-feira, 28 de janeiro de 2020

Novas tarifas das linhas intermunicipais EMTU 2020


Foto- Web
A EMTU divulgou a planilha oficial com as novas tarifas do transporte metropolitano, que sofreu reajuste às 0h deste domingo (26). Os percentuais médios dos reajustes são os seguintes:

  • 5,25% nas linhas do Consórcio Intervias;
  • 5,49% nas linhas do Consórcio Anhanguera;
  • 4,85% nas linhas do Consórcio Internorte;
  • 6,01% nas linhas do Consórcio Unileste;
  • 5,64% nas linhas do ABC Paulista;
  • 3,33% nas linhas da Baixada Santista;
  • 6,89% nas linhas da região de Campinas;
  • 6,56% nas linhas do Vale do Paraiba/Litoral Norte;
  • 6,56% nas linhas da região de Sorocaba.
MobilidadeCotia
Os Trólebus do Corredor ABD, operados pela Metra, custarão R$5,10. As linhas integradoras 840 e 850 custarão R$6,15. As linhas do Metrô Campo Limpo (exceto 056) custarão R$5,15. As linhas do Metrô Capão Redondo custarão R$4,40.
A tarifa das demais linhas podem ser consultadas no relatório oficial da EMTU
Para baixá-la, clique/toque aqui no botão abaixo:

Fonte: Carlinhos Aniceto, com informações LinhasMetropolitanas

quarta-feira, 15 de janeiro de 2020

EMTU: Tarifas dos ônibus intermunicipais sobem no dia 19

O preço das passagens dos ônibus intermunicipais gerenciados pela EMTU vão aumentar no próximo domingo, 19 de Janeiro. A informação foi publicada ontem no Diário Oficial do Estado de São Paulo, por meio de um ofício enviado pelo secretário de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, ao presidente da Assembleia Legislativa (ALESP), Cauê Macris.




O ofício contem planilhas de custo das áreas e regiões metropolitanas que ainda não foram licitadas e que ainda operam sob regime de permissão: A Área 5 da Grande São Paulo (ABC), a Região Metropolitana do Vale do Paraiba e Litoral Norte e a Região Metropolitana de Sorocaba. Nas demais regiões, o reajuste é feito por meio de fórmulas paramétricas estabelecidos nos contratos de concessão.
Os percentuais médios de reajuste, bem como as novas tarifas deste ano ainda serão divulgadas.
Por: Carlinhos Anicetocom informações da Net

segunda-feira, 30 de dezembro de 2019

Feliz 2020

Olá Galerinha;


Venho aqui desejar um Feliz 2020 , cheio de PazSaúde Prosperidade Sucesso aos leitores e participantes deste blog.
Resultado de imagem para 2020

                                  INSIGHT - PERSISTÊNCIA / Irineu Toledo / Positive-se



Que Deus abençoe Grandemente a todos e vamos que vamos que 2020 ta ai;.

Por: Carlinhos Aniceto; Blogueiro

quinta-feira, 19 de dezembro de 2019

ARTESP: Piracicabana pode deixar de operar linhas de ônibus de São Roque para Cotia e região

A Viação Piracicabana solicitou à Artesp, agência que regula os transportes no Estado de São Paulo, para deixar de operar em caráter definitivo as linhas suburbanas de ônibus com saída de São Roque para outras cidades da região Oeste.
 Foto: Beto Kodiak
As solicitações de desistência foram publicadas oficialmente nesta quarta-feira (18) e envolvem as ligações de São Roque, Cotia, Pirapora do Bom Jesus, Vargem Grande Paulista, Itapevi, Via São João Novo e Osasco.
Com a publicação, foi aberto um período de 15 dias para impugnações, reclamações, sugestões e novas propostas junto à Artesp.
Linhas suburbanas são ligações intermunicipais que não pertencem à rede metropolitana que é gerenciada pela EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) e que são prestadas por ônibus de características urbanas, com mais de uma porta, possibilidade de passageiros viajarem em pé e cobrança de tarifa dentro do veículo, seja pelo motorista ou cobrador.
É considerada também suburbana a linha que faz a ligação entre duas regiões metropolitanas diferentes.
FONTE: Do Diário do Transporte – Foto: Beto Kodiak

terça-feira, 26 de novembro de 2019

EMTU cobra da Viação Raposo Tavares que não transporte passageiros em pé nos ônibus seletivos


Muitos passageiros da linha 308, que liga Cotia ao Terminal da Barra Funda tem reclamado nos últimos anos da falta de mais ônibus, principalmente nos horários de pico e do transporte de pessoas em pé, o que é proibido, já que a linha é seletiva, com valor da passagem cara, de R$ 12,70.
A prática de levar passageiros em pé é uma imposição da Viação Raposo Tavares (Consórcio Intervias/Danúbio Azul), segundo confirmou um motorista da linha à repórter Bruna Santana, do Jornal Cotia Agora, que usa a linha para ir à faculdade.
Outra passageira, que usa a linha todos os dias, logo de manhã, desabafa: “O ônibus Shopping Morumbi não pode mais levar passageiros em pé, o que estou estranhando é que o Barra Funda pode? Qual é a diferença entre eles? A Danubio é muito f…, eles estão loucos para acabar com a linha do shopping, isso prejudica muita gente. A linha do shopping tem três no horário de manhã e três no final da tarde e, eles querem acabar com isso. Daí pego o Barra Funda e tenho que ir em pé, ou quando consigo sentar, é tanta gente em pé e o corredor estreito, que ficam encostando na gente”.
Jornal Cotia Agora entrou em contato com a EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos, responsável por gerenciar e fiscalizar as linhas, entre elas a 308. A empresa enviou a seguinte nota: “A EMTU/SP atua sistematicamente para melhorar a operação das linhas que atendem a Região Metropolitana de São Paulo por meio de fiscalizações e alterações de programação horária, quando necessário.
Em reunião realizada na sexta-feira (22) com representantes do Consórcio Intervias, foi reforçada a determinação para que a concessionária cumpra o limite de passageiros estabelecido para linhas seletivas e o programa horário da linha 308. Este ano, até 31/10, esse serviço recebeu 37 autuações pelo transporte de passageiros além do limite permitido e mais cinco multas pelo não cumprimento do programa horário.
Para uma ação mais efetiva da EMTU/SP, é importante que os passageiros registrem as reclamações sobre as linhas intermunicipais no link “Fale Conosco”, do site www.emtu.sp.gov.br, informando o número do serviço e a faixa horária em que ocorreram os problemas operacionais”.
Fonte: Jornal Cotia Agora

terça-feira, 22 de outubro de 2019

EMTU: Paralisação da linha 298 é estudada na STM

EMTU e a Secretaria de Transportes Metropolitanos estão estudando paralisar as operações da linha 298 – Cotia (Mirante da Mata) x São Paulo (Carrefour). A proposta foi publicada no Diário Oficial do último sábado (19).


Trata-se de uma opção mais barata de deslocamento para os moradores do Mirante, do Jd. Isis e do Atalaia que se deslocam entre a cidade e o km 17 da Rodovia Raposo Tavares, a um custo de R$5,50. Outras duas opções para fazer esse trajeto são as linhas 035 – Cotia (Mirante da Mata) x São Paulo (Metrô Butantã) – e 842 – Cotia (Mirante da Mata) x São Paulo (Metrô Morumbi) -, mas com tarifa mais alta (ambas mais de R$6. A partir da região central, também é possível utilizar a linha 506 – Cotia (Jd. Sandra) x São Paulo (Carrefour) – pagando R$5,35.
Atualmente, a linha 298 conta com sete viagens em cada sentido, operando apenas nos dias úteis.
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Meus Comentários:
Referente a paralisação da linha 298 Cotia Mirante - Carrefour Raposo Tavares , a EMTU e STM que são de responsabilidade do Governo do Estado de São Paulo , poderia olhar para o lado de Itapevi , pois a Linha 422 Itapevi - Metro Butantã anda superlotada e não têm nenhuma linha auxiliadora , nesse caso poderiam estender essa Linha 298 Carrefour Raposo Tavares para Itapevi atendendo uma grande ansiedade dos passageiros que sofre com a superlotação diaria da linha 422. Vamos enviar sugestão para esta gestão .
Sua participação é muito importante para nós.
Comentado por Calinhos Aniceto

EMTU: Dez linhas intermunicipais operam sob novos horários a partir deste Sábado (19)

Dez linhas metropolitanas que atendem às cidades de Barueri, Carapicuiba, Cotia, Embu das Artes, Embu-Guaçu, Itapecerica da Serra, Osasco e São Paulo tiveram alterações de horários neste sábado (19). No entanto, a maioria delas sofreu alteração apenas na tabela de dias úteis, começando com esses novos horários na segunda-feira (21). Veja os detalhes abaixo:

Imagem ilustrativa
020 – Carapicuiba (Vila Dirce) x Osasco (Vila Yara) – Via Autonomistas
Retirada de duas viagens no sentido Osasco (ficando com 54) e de sete no sentido Carapicuiba (ficando com 39). Veja os novos horários clicando/tocando aqui.
022 – Carapicuiba (Vila Dirce) x Osasco (Vila Yara) – Via Largo de Osasco
Retirada de duas viagens no sentido Osasco (ficando com 43) e aumento de uma viagem no sentido Carapicuiba (ficando com 45). Veja os novos horários clicando/tocando aqui.
061 – Carapicuiba (Jd. Guapiuva) x São Paulo (Metrô Butantã)
Retirada de uma viagem em cada sentido nos dias úteis, ficando com 39 no sentido São Paulo e 37 no sentido Carapicuiba. Veja os novos horários clicando/tocando aqui.
134 – Barueri (Pq. Viana) x Osasco (Centro)
Retirada de duas viagens no sentido Osasco (ficando com 33) e de três no sentido Barueri (ficando com 31). Veja os novos horários clicando/tocando aqui.
223 – Carapicuiba (COHAB V) x Osasco (Vila Yara)
Retirada de duas viagens no sentido Osasco (ficando com 39) e de duas no sentido Carapicuiba (ficando com 37). Veja os novos horários clicando/tocando aqui.
239 – Itapecerica da Serra (Jd. São Marcos) x Cotia (Terminal Cotia)
Retirada de cinco viagens em cada sentido nos dias úteis (ficando com 103 em cada um) e acréscimo de uma viagem em cada sentido aos sábados (ficando com 74 em cada um). Lembrando que esta linha já havia sofrido um corte de sete viagens por sentido no final de setembro (relembre tocando aqui). Veja os novos horários clicando/tocando aqui.
360 – Barueri (Pq. Viana x Alphaville I |via Carapicuiba)
Retirada de quatro viagens no sentido Alphaville (ficando com 39) e de duas no sentido Pq. Viana (ficando com 35), nos dias úteis. Veja os novos horários clicando/tocando aqui.
428 – Barueri (Jd. do Líbano) x Osasco (Vila Yara)
Retirada de três viagens em cada sentido, ficando com 44 para Osasco e 40 para Barueri. Veja os novos horários clicando/tocando aqui.
582 – Embu-Guaçu (Vila Dirce) x São Paulo (Cipó do Meio)
Retirada de cinco viagens aos sábados, ficando com dez. Veja os novos horários clicando/tocando aqui.
840 – Osasco (Terminal Km 21) x São Paulo (Metrô Butantã)
Nos dias úteis, foram retiradas três viagens no sentido São Paulo (ficando com 78) e duas no sentido Osasco (ficando com 74). Aos sábados, foi retirada uma partida em cada sentido, ficando com 45 em cada um. Aqui dou um “pitaco”: Essa linha foi criada para ser o serviço troncal entre a região oeste da Grande São Paulo e o Metrô Morumbi, atendendo a toda a extensão das avenidas Autonomistas e Corifeu de Azevedo Marques, estando integrada com diversas linhas para Osasco, Barueri, Carapicuiba, Jandira, Itapevi e Cotia, após o encurtamento de várias delas . Portanto, é de suma importância que ela se mantenha com bastantes horários, para que o sistema “tronco-alimentador” proposto funcione a contento, uma vez que ele perde o sentido se o passageiro tiver que esperar demais pelo segundo ônibus. Veja os novos horários desta linha clicando/tocando aqui.

terça-feira, 24 de setembro de 2019

ITAPEVI: Vereadores querem Cartão BOM em ônibus municipais e táxis

Um requerimento solicitando ao poder executivo (que engloba prefeitos e governadores, por exemplo) a aceitação do Cartão BOM em ônibus municipais de Itapevi, hoje operados pela Benfica BBTT. O documento foi apresentado pelo vereador “Chambinho”, com o apoio do vereador “Bruxão Cavanha”.


Os parlamentares justificaram a apresentação da proposta dizendo que a medida traria facilidades para os munícipes utilizarem os créditos excedentes de seus cartões BOM. Além disso, eles também aventaram a possibilidade de o cartão também ser aceito nos táxis da cidade, citando o exemplo de um projeto que o município de São Paulo tem de implantar, de alguma maneira, uma versão”virtual” do Bilhete Único nos ônibus gerenciados pela SPTrans (Decreto Municipal n° 58.639, de 22/02/2019).
Atualmente, o cartão utilizado nos ônibus municipais de Itapevi é o Benfácil (que também tem sua versão em Barueri e Jandira),com direito integração tarifária com a CPTM na Estação Itapevi. Além de ser aceito nos ônibus metropolitanos de toda a Grande São Paulo e em algumas linhas intermunicipais gerenciadas pela Artesp (Como Itapevi x São Roque e Cotia x Piedade, por exemplo), o Cartão BOM tambem é aceito nos ônibus municipais de Carapicuiba, Cotia, Ferraz de Vasconcelos, Ibiúna, Poá, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano, São Roque, Suzano e Taboão da Serra.


Por: Carlinhos Aniceto, com edição de LinhasMetropolitanas