sábado, 12 de janeiro de 2019

Atenção Senhores Passageiros: Tarifas de ônibus metropolitanos da EMTU e do VLT sobem no dia 20 de janeiro

Valores variam de acordo com as linhas. Foto: Adamo Bazani (Diário do Transporte) / Clique para Ampliar
Quem usa ônibus metropolitanos intermunicipais gerenciados pela EMTU vai pagar passagens mais caras a partir do próximo domingo, 20 de janeiro de 2019. Também haverá reajuste da tarifa do VLT – Veículo Leve sobre Trilhos que liga Santos e São Vicente, no litoral paulista.
Os preços variam de acordo com a extensão e os tipos das linhas e ainda serão divulgados ao longo da semana pela gerenciadora, assim como os percentuais de reajuste.
O secretário de transportes metropolitanos da gestão João Doria, Alexandre Baldy, enviou o comunicado ao presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, deputado Cauê Macris, comunicando o aumento.
A EMTU gerencia os ônibus intermunicipais metropolitanos comuns (azul escuro) e seletivos (cinza) na região metropolitana de São Paulo, região metropolitana de Campinas, região metropolitana de Sorocaba, região metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte e região metropolitana da Baixada Santista.
A empresa estatal também regula os serviços do VLT da Baixada Santista, operados pela BR Mobilidade, e o Corredor ABD, de ônibus e trólebus, operado pela Metra entre São Mateus e Jabaquara passando por Santo André, Mauá (Terminal Sônia Maria), São Bernardo do Campo e Diadema, com a extensão Diadema-Brooklin.
SPTRANS, METRÔ E CPTM:
A partir deste domingo, 13 de janeiro de 2019, as tarifas dos trens da CPTM e do Metrô sobem de R$ 4,00 para R$ 4,30. A integração com os ônibus gerenciados pela SPTrans – São Paulo Transporte na capital paulista, que subiu no domingo passado por causa do reajuste do sistema municipal, tem outro aumento, de R$ 7,21 para R$ 7,48.
A dica para sentir um pouco mais tarde este reajuste no bolso é carregar o Bilhete Único até às 23h59 deste sábado.
Isso porque, os créditos comprados até hoje vão ser debitados pelo valor anterior ao aumento até acabarem.
Pelo site da SPTrans, é possível saber os endereços dos postos de recarga do Bilhete Único e também comprar pela internet, com pagamento por boleto bancário. Os créditos comprados até a data do aumento ainda serão descontados nas catracas pelo valor de R$ 4,00.
Há também a possibilidade de compra de créditos por aplicativos de celulares, mas o usuário deve estar atendo às taxas de serviço e carregamento.
A SPTrans disponibiliza a relação de algumas opções:
O passageiro deve também calcular se vale mais a pena o Bilhete Único Comum, o 24 Horas ou o Mensal.
Mogi das Cruzes: R$ 4,10 para R$ 4,50 – 13 de janeiro de 2019GRANDE SÃO PAULO:
Cajamar: De R$ 4,35 para R$ 4,60 – 13 de janeiro de 2019
Ribeirão Pires: De R$ 4,00 para R$ 4,40 – Vale-Transporte: R$ 4,60 – 13 de janeiro de 2019
Rio Grande da Serra: De R$ 3,80 para R$ 4,20 – 12 de janeiro de 2019
Francisco Morato: De R$ 4,20 para R$ 4,45 – 07 de janeiro de 2019
Franco da Rocha: De R$ 4,35 para R$ 4,60 – 07 de janeiro de 2019
Santo André: De R$ 4,40 para R$ 4,75 e Vale-Transporte de R$ 5,50 para R$ 5,95 – 06 de janeiro de 2019
Caieiras: De R$ 4,35 para R$ 4,60 – 06 de janeiro de 2019
Diadema: De R$ 4,40 para R$ 4,65 – 06 de janeiro de 2019(Cartão SOU Comum – R$ 4,25 / Dinheiro –  R$ 4,65 / Vale Transporte – R$ 4,88)
Barueri: De R$ 4,35 para R$ 4,50 – 06 de janeiro de 2019
Carapicuíba: De R$ 4,35 para R$ 4,50 – 05 de janeiro de 2019
Osasco: De R$ 4,35 para R$ 4,50 – 01º de janeiro de 2019
São Bernardo do Campo: De R$ 4,40 para R$ 4,75 – 01º de janeiro de 2019
Itapevi:  De R$ 4,35 para R$ 4,50. – 01º de janeiro de 2019
Fonte: Diariodotransporte por:Adamo Bazani  jornalista especializado em transportes

ITAPEVI: PREFEITURA E BENFICA AMPLIAM ITINERÁRIO DE LINHAS DE ÔNIBUS INTERMUNICIPAIS

Objetivo das mudanças é diminuir número de veículos no Terminal; população da Cohab será a maior beneficiada pelas readequações
A partir das 0h da próxima segunda-feira (14), a Prefeitura de Itapevi, em parceria com a concessionária Benfica BBTT, empresa que presta serviços de transportes públicos rodoviários na cidade, vai alterar e ampliar os itinerários de seis linhas intermunicipais de ônibus para atender melhor às necessidades da população e desafogar o trânsito na região central. 
Objetivo das mudanças é diminuir número de veículos no Terminal. População da Cohab será a maior beneficiada pelas readequações.
Nenhuma descrição de foto disponível.
As linhas alteradas são as seguintes:
- 421TRO Itapevi (Centro) – Vargem Grande Paulista (Centro)
- 489TRO e 815TRO Itapevi (Centro) – Embu das Artes (Centro) via Estrada da Colina e Estrada da Represinha
- 517TRO Itapevi (Centro) – Osasco (Vila Yara)
- 833TRO Itapevi (Centro) – Santana de Parnaíba (Pólo Empresarial Tamboré) via Corredor Oeste, Jandira Centro, Barueri Centro e Alphaville
- 9594 Itapevi (Centro) – São Roque (Terminal Rodoviário) via São João Novo.
No caso das linhas 421, 489, 815 e 9594, com ponto final na Rua Clara Coluzzo Piazza, a partir de agora os passageiros deverão embarcar e desembarcar no ônibus pela Rua Orlando Higino de Moraes (próximo ao Pronto Socorro Central). O itinerário vai se estender ainda pelas seguintes vias: Viaduto José dos Santos Novaes, Rua José Michelotti, Rua Agostinho Ferreira Campos, Rua Orlando Higino de Moraes e Rua João Pires de Oliveira.
O trecho ampliado dos itinerários é de cerca de dois quilômetros, beneficiando moradores dos bairros Centro e Cidade Saúde – no caso da linha 9594, o trajeto terá aproximadamente um quilômetro a mais.
A mudança nas linhas 517 e 833 é a que trará maior benefício à população. Antes o itinerário dos veículos seguia apenas até a rotatória da Cohab. A partir de agora, o passageiro terá como ponto final a Praça Princesa Isabel e não mais a Rua Clara Coluzzo Piazza, no Centro.
Desta forma, as linhas seguem pela Avenida Feres Nacif Chaluppe até a praça, localizada na Avenida Pedro Paulino com a Estrada Lucinda de Jesus Silva. Com isso, toda a região da Cohab deverá ser atendida pelo novo percurso.
Nosso objetivo é atender com qualidade a população, ampliando o itinerário das linhas de ônibus e dialogando permanentemente com a concessionária sobre as melhorias em prol do cidadão”, explica o diretor de Trânsito de Itapevi, Henrique Teixeira.
Mais informações poderão ser obtidas diretamente pelo Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC) da Benfica pelo telefone 0800-770 -9299.

Fonte: PMI

sábado, 29 de dezembro de 2018

Feliz 2019

Olá; Galerinha vou agradecendo a todos pelas vistas,comentários,sugestão,elogios,reclamações (rsrs), mas agradecendo sempre pela participação de todos.

Quem em 2019 possamos estar novamente conectados por todos os cantos do planeta (rsrs) sei que muitos de fora do nosso País acessa esse Blog e fico muito feliz por saber que posso viajar pra fora do País no coração de cada um, por isso Meu Muito Obrigado por Te-los aqui conosco, que em 2019 tudo de bom e melhor possa acontecer em Vossas vida e de seus familiares esses são os votos do Blog #MOBILIDADECOTIA e de seu Editor: Carlinhos Aniceto, um forte abraço a todos.
2019 só esta chegando, teremos 365 dias para acreditar, e fazer o nosso melhor em cada dia .

Por: Carlinhos Aniceto

Itapevi: Tarifa de ônibus vai para R$ 4,50

Os passageiros de ônibus municipais devem se preparar porque a partir de 1 de janeiro de 2019, a tarifa de ônibus sobe 3,4%, passando de R$ 4,35 para R$ 4,50.

Reajuste passa a vigorar em 1 de janeiro

O reajuste foi publicado no diário oficial da cidade na edição desta sexta-feira, 28 de dezembro de 2018.
É a primeira cidade da Grande São Paulo a definir as novas tarifas para o ano que vem.
De acordo com o decreto 5436, assinado pelo prefeito Igor Soares Ebert, os créditos comprados antes do reajuste serão descontados ainda com o valor antigo.
Os passes vendidos antes do aumento continuam sendo aceitos no sistema. Assim, uma dica para escapar do aumento logo no início do ano é adquirir as viagens antes do dia 1.
Ainda segundo o decreto, o passe livre para estudantes da rede pública municipal que atendam as exigências atuais para gratuidade continuará normalmente em 2019, assim como o desconto de 50% para os demais estudantes.
A prefeitura ainda diz no decreto que negou o pedido da empresa Benfica para uma tarifa de R$ 4,94.

Fonte: Diariodotransporte por:Adamo Bazani jornalista especializado em transportes

Osasco : Tarifa deve subir para R$4,50, e regiões deve seguir o mesmo reajuste

A tarifa de ônibus em Osasco deve subir para R$ 4,50 em 2019. O Decreto que autoriza o aumento já foi elaborado e só aguarda despacho do prefeito, para ser publicado e entrar em vigor no sábado 6/1. Barueri, Carapicuíba, Itapevi, Cotia e Santana de Parnaíba  reajustarão no mesmo percentual. 

O reajuste de 3,45% fica abaixo da inflação medida pela FIPE neste ano que foi de 3,63%. 
​Além dos aumentos no transporte municipal, a CPTM aumentará para R$ 4,25 a partir do dia 6/1. 
Foto:Divulgação
Reajuste foi confirmado pela CMTO. 
Empresas queriam reajustar em torno de 16% 
Em novembro durante reunião do Conselho Municipal de Mobilidade Urbana de Osasco, as concessionárias pediam reajuste de 16%, o que elevaria a tarifa para R$ 5,08.
Para as concessionárias Urubupungá e Viação Osasco, a alta de 16% se deve à concorrência com transporte por aplicativos e isenção de idosos. "A proliferação de transportes irregulares por aplicativos vem causando queda significativa nos passageiros pagantes, o que torna a participação do gratuito sobre o pagante cada vez maior", defendeu Roberto Bertolini. 
Osasco e Parnaíba têm as concessionárias Urubupungá e Viação Osasco;Barueri, Itapevi e Jandira, a Ralip/Benfica e Cotia, Viação Raposo Tavares, Carapicuiba ETT.
Por: Carlinhos Aniceto, com informações da internet

São Paulo: Tarifa de ônibus sobe para R$ 4,30

Prefeitura SP divulga novos valores do Bilhete Único integrado com Metrô e CPTM

Empregadores deixam de contar com subsídios, segundo prefeitura, e Vale-Transporte passa a ser de R$ 4,57 - Foto: Adamo Bazani (Diário do Transporte)/Clique para ampliar
Reajuste ocorre no dia 07 de janeiro. Sistema de trilhos deve seguir os mesmos valores e a mesma data
Como mostrou o Diário do Transporte na noite desta sexta-feira, 28, a tarifa básica única dos ônibus na cidade sobe dos atuais R$ 4 para R$ 4,30. As empresas que pagam vale-transporte para os funcionários vão ter de desembolsar R$ 4,57 por viagem do empregado porque 30 dias depois da entrada em vigor das novas tarifas, ou seja, em 07 de fevereiro de 2019, a prefeitura vai acabar com os subsídios que deixava a passagem pelo vale-transporte com o mesmo valor da tarifa comum. Relembre:
Neste sábado, no Diário Oficial da Cidade, a prefeitura divulgou novos valores, que ainda não tinham sido informados na noite de ontem, como dos bilhetes únicos integrados com o sistema de trilhos do Metrô e da CPTM.

Fonte: Diariodotransporte por:Adamo Bazani  jornalista especializado em transportes

Trabalho: Seguro-desemprego vai ser pago só via depósito em conta

Trabalhador precisa ser correntista da Caixa para receber benefício a partir de junho


540x350_carteira-de-trabalho.jpg

Rio - Os trabalhadores que tiverem direito ao seguro-desemprego terão que abrir conta corrente ou poupança para receber o valor do benefício. Em 2019, o pagamento será feito apenas por meio de depósito em conta, e não mais via saque direto em agências da Caixa Econômica Federal. Ou seja, os beneficiários deverão ser correntistas do banco, mas sem nenhum ônus para o desempregado. A medida deve a valer a partir do mês de junho do ano que vem.
Segundo o Ministério do Trabalho, pelo menos 55% dos demitidos no país já recebem por meio de depósito na Caixa. Para obter o valor, o trabalhador demitido que não possui conta no banco estatal deverá se dirigir à qualquer agência e requisitar a abertura de conta corrente ou conta poupança.
Os dados bancários devem ser informados no requerimento do seguro-desemprego, e após o depósito, será possível transferir o dinheiro, no caso de quem possui contas em outros bancos. As atuais formas de pagamento, que serão eliminadas, são via saque para quem possui Cartão Cidadão, ou retirada na própria agência, em espécie.
A resolução foi aprovada no último dia 19 pelo Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat). O prazo para as demais modalidades deixarem de valer é de 180 dias. A confirmação da data deve ser informada pelo conselho até junho.
Reduzir fraudes
O Ministério do Trabalho atuará em conjunto com a Caixa para criar mecanismos de orientação ao trabalhador em relação aos novos procedimentos, em especial aos que não têm conta.
Coordenador-geral do Seguro-Desemprego e Abono Salarial, Márcio Borges acredita que a medida evitará fraudes no recebimento do benefício, além de economizar tempo e despesas no procedimento.
"O crédito em conta corrente simplificada ou poupança é uma alternativa segura, eficiente e mais rápida, principalmente para o seguro-desemprego 100% online", destacou o coordenador.
Requerimento é feito online
Desde o último dia 20, é possível dar entrada no pedido de recebimento do seguro-desemprego sem sair de casa, pelo portal do Emprega Brasil https://empregabrasil.mte.gov.br/.
O valor do benefício, pago de três a cinco parcelas de forma contínua ou alternada pela Caixa Econômica, varia entre R$ 954 e R$ 1.677,74, por mês.
Podem receber o seguro, empregados que foram dispensados de trabalhos formais, com carteira assinada. Atualmente existem cinco modalidades para pagamento do benefício. Há ainda as modalidades pescador artesanal, empregado doméstico, trabalhador resgatado e bolsa de qualificação profissional.
De acordo com o Ministério do Trabalho, 600 mil pedidos são registrados todo mês pelo governo federal. Há 12,5 milhões de pessoas desempregadas no Brasil, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Fonte: O Dia Online

sexta-feira, 21 de dezembro de 2018

Brasil: Seguro-desemprego agora sai pela internet

Trabalhador fará pedido online para receber benefício sem ir a posto do ministério


Seguro-Desemprego-Online.jpg

Rio - O pedido para receber o seguro-desemprego agora é feito pela internet. Ontem, o Ministério do Trabalho lançou o serviço online por meio do portal Emprega Brasil. O trabalhador pode dar entrada no benefício sem precisar ir a um posto de atendimento e fazer o requerimento presencial. Segundo a pasta, 600 mil pedidos são registrados todo mês. A estimativa é com o serviço pela internet o número cresça. Conforme o IBGE, o país tem 12,5 milhões de desempregados. O valor varia entre R$ 954 e 1.677,74.
O ministério estima que um em cada quatro desempregados possa receber o seguro com o acesso online. O trabalhador também poderá consultar oportunidades de emprego e cursos de qualificação profissional próximos ao local onde mora.
Ao acessar o portal Emprega Brasil, é preciso seguir um passo a passo. O desempregado tem que informar dados pessoais e responder questionário sobre a vida laboral e previdenciária.
O sistema verifica as informações e confronta com base de dados do governo, como o da Receita Federal. De acordo com o ministério, se todo o cadastro estiver completo, o benefício será concedido em 30 dias, mesmo prazo necessário caso o trabalhador vá diretamente à agência. Caso contrário, deverá comparecer a um posto de atendimento.
Podem receber o seguro-desemprego trabalhadores que foram dispensados de trabalhos formais, com carteira de trabalho assinada. Atualmente existem cinco modalidades para pagamento do seguro-desemprego. Há ainda as modalidades pescador artesanal, empregado doméstico, trabalhador resgatado e bolsa de qualificação profissional.
Para fazer a solicitação do seguro-desemprego é necessário confirmar os dados do requerimento; atualizar informações pessoais e também de formação acadêmica; indicar as experiências e objetivos profissionais; pesquisar vagas de emprego; verificar a disponibilidade de cursos de qualificação; e confirmar a solicitação do benefício.
Mínimo será de R$ 1.006
O Congresso Nacional confirmou nesta quarta-feira que o salário mínimo do ano que vem será de R$ 1.006. O valor consta na proposta do Orçamento da União de 2019 aprovada em sessão conjunta de deputados e senadores. O texto agora vai à sanção presidencial. Devido ao prazo, é possível que seja analisado pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), após a sua posse em 1º de janeiro. Conforme a proposta, o piso nacional será corrigido em 5,45%.
O salário atual é de R$954 e o reajuste é calculado a partir de fórmula que considera o crescimento do PIB e a variação da inflação, medida pelao INPC.
A proposta garante receitas e despesas totais para o ano que vem de R$3,381 trilhões. O texto considera que o déficit nas contas públicas pode chegar a R$ 139 bilhões, o equivalente a 1,9% do PIB.
Fonte: O Dia Online 

EMTU confirma para o dia 29 de dezembro início de operação de linhas de ônibus no novo terminal da estação São Paulo-Morumbi do Metrô



Ônibus metropolitanos vão ter alterações nos itinerários na região. Foto: Adamo Bazani (Diário do Transporte) / Clique para ampliar
A EMTU –Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos informou na tarde desta quinta-feira, 20 de dezembro de 2018, que oito linhas metropolitanas vão realizar integrações no Terminal São Paulo – Morumbi, anexo à linha 4-Amarela do Metrô, a partir do próximo, 29 de dezembro de 2018.
Segundo a gerenciadora dos ônibus metropolitanos, para os passageiros com destino à Estação Butantã do Metrô o valor na integração com nova estação da Linha 4 – Amarela pelo cartão BOM permanecerá o mesmo.
Em nota, a Secretaria dos Transporte Metropolitanos (STM) afirma que a medida busca “contribuir para a melhoria das condições de tráfego na região do Terminal Butantã, além de permitir aos passageiros acesso mais rápido à rede metroferroviária.”
Segundo a secretaria, em torno de cinco mil usuários utilizam esses serviços metropolitanos diariamente.
Para os usuários com destino ao trecho final da Rodovia Raposo Tavares haverá a opção de integração com outras linhas metropolitanas, utilizando o Cartão BOM, como também mostrou o Diário do Transporte nesta semana.
Acompanhe a relação das linhas informadas pela EMTU:
Linhas integradas no Terminal Morumbi
 036 Vargem Grande Paulista (Jardim São Marcos) – São Paulo (Metrô Morumbi)
036BI1 Embu das Artes (Jardim Tomé) – São Paulo (Metrô Morumbi), via Cotia (Rodovia Raposo Tavares)
297 Cotia (Caucaia do Alto) – São Paulo (Metrô Morumbi) via Vargem Grande Paulista (Tijuco Preto)
334 Cotia (Jardim do Engenho) – São Paulo (Metrô Morumbi) via Cotia (Jardim Barbacena)
543 Cotia (Jardim Santa Isabel) – São Paulo (Metrô Morumbi)
572 Osasco (Jardim Santa Maria) – São Paulo (Metrô Morumbi)
823 Osasco (Recanto das Rosas) – São Paulo (Metrô Morumbi) (linha 492BI1 até 21/12)
835 São Paulo (Metrô Morumbi) – Barueri (Alphaville/Green Valley) (linha 496 BI1 até 21/12)
Novo itinerário para acesso ao Terminal Morumbi
RODOVIA RAPOSO TAVARES – SP 270
RUA PROFESSOR MAXIMO RIBEIRO NUNES
AVENIDA MINISTRO LAUDO FERREIRA DE CAMARGO
AVENIDA ELISEU DE ALMEIDA
AVENIDA DEPUTADO JACOB SALVADOR ZVEIBIL
TERMINAL MORUMBI
Obs.: No caso dos passageiros das linhas 334 e 543 que têm como destino o trecho final da Rodovia Raposo Tavares, o atendimento metropolitano continuará a ser realizado por meio da integração com a linha 396 Cotia (Terminal Metropolitano de Cotia) – São Paulo (Pinheiros) em qualquer ponto a partir do km 21 da Rodovia Raposo Tavares.
Para os passageiros das linhas 036 e 297 que têm como destino o trecho final da Rodovia Raposo Tavares, o atendimento metropolitano continuará a ser realizado por meio da integração no Terminal Metropolitano de Cotia com a linha 396TRO Cotia (Terminal Metropolitano de Cotia) – São Paulo (Pinheiros).
Os passageiros das linhas 036 e 297 que têm como destino o trecho final da Rodovia Raposo Tavares podem optar por utilizarem as linhas 256, 351 e 507 e se integrarem com a linha 396 Cotia (Terminal Metropolitano de Cotia) – São Paulo (Pinheiros) no Terminal Metropolitano de Cotia.
A partir desta nova organização a linha 035 Cotia (Mirante da Mata) – São Paulo (Metrô Butantã) passará a realizar ponto final dentro do Terminal Butantã.

LINHAS MUNICIPAIS:
A SPTrans – São Paulo Transporte vai também alterar linhas municipais.
A 8073-10 Jd. Guaraú – Butantã (Circular) vai se transformar em 8073-10 Jd. Guaraú – Metrô Morumbi (Circular).
A mudança ocorre a partir deste sábado, 22 de dezembro de 2018.
O itinerário novo será: Sentido único: normal até a Av. Eliseu de Almeida, Av. Dep. Jacob Salvador Zveibil, acesso, Av. Prof. Francisco Morato, R. Dr. Maurílio Vergueiro Porto, R. Lício Marcondes do Amaral, Av. Jorge João Saad, Av. Dep. Jacob Salvador Zveibil, Av. Eliseu de Almeida, Av. Min. Laudo Ferreira de Camargo, prosseguindo normal.
Ainda de acordo com a gestora dos ônibus municipais, passageiros com destino à região do Metrô Butantã poderão utilizar, a partir da Av. Eliseu de Almeida, as linhas 8026-10 Jd. Ingá – Butantã, 8072-10 Pq. Ipê – Butantã, 7013-10 Pq. Arariba – Pinheiros ou 809L-10 Campo Limpo – Lapa. A integração gratuita pode ser feita com o Bilhete Único.
Como havia mostrado o Diário do Transporte, a SPTrans já havia criado a linha 8028-10 Paraisópolis – Estação Morumbi (Circular), com ponto inicial na Rua Antonio Ferreira de Castilho, s/nº, com funcionamento de segunda a sábado das 5h às 23h e, aos domingos e feriados, das 5h30 às 22h30.
O itinerário és sentido único: R. Antonio Ferreira de Castilho, Av. Hebe Camargo, R. Viriato Correia, R. Dr. Flávio Américo Maurano, Pça. Comunidade Da Vila Arouca, Av. Morumbi, R. Dep. Euvaldo Lodi, R. Dr. Mário Freire, R. Eduardo Saigh Filho, R. Artur De Souza Marques, R. Min. Nelson Hungria, Av. Duquesa de Goiás, R. Br. do Iguatemi, R. Br. do Melgaço, R. Adalivia de Toledo, R. Margarida Galvão, R. Av. Joaquim Candido De Azevedo Marques, Pça. Do Crepúsculo, Av. Morumbi, R. Pe. Lebret, Av. Jules Rimet, Pça. Roberto Gomes Pedrosa, Av. Jorge João Saad, Av. Dep. Jacob Salvador Zveibil, Av. Eliseu De Almeida, Retorno, Av. Dep. Jacob Salvador Zveibil, Av. Jorge João Saad, Pça. Roberto Gomes Pedrosa, Av. Jules Rimet, R. Pe. Lebret, Av. Morumbi, Pça. Do Crepúsculo, Av. Joaquim Candido De Azevedo Marques, R. Margarida Galvão, R. Adalivia De Toledo, Av. Br. De Monte Mor, R. Dauro Cavallaro, Av. Duquesa de Goiás, R. Min. Nelson Hungria, R. Dep. Euvaldo Lodi, R. Dr. Mário Freire, Av. Morumbi, Pça. Comunidade Da Vila Arouca, R. Dr. Flávio Américo Maurano, R. Da. Mariquita Julião, R. Sen. Otávio Mangabeira, R. Br. De Casa Branca, R. Gen. João Pereira De Oliveira, Av. Hebe Camargo, R. José Pedro De Carvalho Lima, R. Antônio Ferreira De Castilho.

Fonte: Diariodotransporte por:Adamo Bazani e Alexandre Pelegi jornalista especializado em transportes